Mercado

Por que o Brasil tem grande potencial para a piscicultura?

A aquicultura é uma atividade que envolve o cultivo de organismos aquáticos, como peixes, moluscos, crustáceos e algas, em ambientes controlados para fins comerciais. No contexto brasileiro, essa prática desempenha um papel crucial na segurança alimentar, na geração de empregos e no desenvolvimento econômico de diversas regiões.

Dentro da aquicultura, a piscicultura é a prática específica de criação de peixes. É uma das modalidades mais importantes dessa atividade no Brasil, impulsionada por fatores como a diversidade de espécies nativas, condições climáticas favoráveis e crescente demanda por produtos aquáticos.

Potencial para a piscicultura

Por que o Brasil tem grande potencial para a piscicultura? A resposta reside na combinação de fatores como extensas áreas de água doce disponíveis, clima favorável para o cultivo de diversas espécies tropicais e de clima frio, e uma demanda interna e internacional crescente por pescado. Estados como Paraná, Rondônia, São Paulo e Mato Grosso destacam-se como polos de produção, aproveitando suas condições naturais e infraestrutura para o desenvolvimento dessa atividade.

Essa configuração permite não apenas a produção de peixes para consumo humano, como tilápia, carpa, tambaqui e truta, mas também para ornamentação, como os peixes ornamentais destinados à aquariofilia. Assim, a piscicultura não apenas contribui para a economia local, mas também promove a sustentabilidade ao oferecer alternativas alimentares e econômicas viáveis.

Lucas Alves

Jornalista e revisor. Atualiza diariamente as principais notícias do mercado agrícola.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo