Mercado

Qual é a raça de porco mais cara?

A raça de porco mais cara do mundo é o Mangalitsa, originário da Hungria. Conhecido por sua carne excepcionalmente marmorizada e saborosa, o Mangalitsa é uma raça rara e altamente valorizada no mercado global. A carne desse porco é apreciada por chefs e gourmets devido à sua textura suculenta e ao sabor rico, que são resultados diretos da alta porcentagem de gordura intramuscular.

Raça de porco mais cara

O Mangalitsa foi desenvolvido no século XIX através do cruzamento de porcos locais com a raça Sumadia, para obter um animal robusto e com carne de alta qualidade. Essa raça quase foi extinta na década de 1990, mas esforços de conservação ajudaram a recuperar sua população. Atualmente, o Mangalitsa é criado principalmente na Hungria e em alguns outros países europeus, mas devido à sua raridade e à alta demanda por sua carne, o preço é significativamente mais alto em comparação com outras raças de porcos.

Além de sua carne distinta, o Mangalitsa é facilmente reconhecível por sua pelagem encaracolada, que o torna semelhante a uma ovelha. Essa característica única não só proporciona uma camada extra de proteção contra o frio, mas também contribui para o apelo visual e a curiosidade em torno da raça. Criar Mangalitsa requer cuidados específicos, pois esses porcos necessitam de uma dieta balanceada e um ambiente adequado para garantir a qualidade da carne.

A carne de Mangalitsa é frequentemente usada em produtos gourmet, como presunto curado e salames, e é altamente valorizada em restaurantes de alta gastronomia. O processo de criação, que inclui alimentação natural e espaço para movimentação, aliado à maturação lenta da carne, resulta em um produto final que justifica seu alto custo. Portanto, quando se trata de carne suína de luxo, o Mangalitsa se destaca não só pelo preço elevado, mas também pela qualidade incomparável.

Lucas Alves

Jornalista e revisor. Atualiza diariamente as principais notícias do mercado agrícola.

Artigos relacionados

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo