Sem categoria

Vaca mais cara do mundo é do Brasil e precisou ser vendida em frações

O mercado de gado de raça pura experimentou um evento histórico no último leilão realizado em Arandu, São Paulo, onde a vaca Nelore Viatina-19 FIV Mara Móveis alcançou um feito sem precedentes.

Reconhecida oficialmente pelo Guinness como a fêmea mais valiosa do planeta, Viatina-19 foi vendida por um terço de seu valor em 2023, alcançando R$ 6,99, o que projeta seu preço total aproximado para impressionantes R$ 21 milhões após ajustes da inflação.

Presença de Grandes Nomes e Projeção para o Futuro

O leilão contou com a presença de grandes investidores como a Agropecuária Casa Branca e a Napemo, destacando-se no cenário agropecuário nacional. Este evento não apenas confirma a valorização meteórica de Viatina-19, mas também sinaliza fortes expectativas para o futuro do mercado de gado de elite.

  • Valor inicial de 1/3 de Viatina-19: R$ 6,99 milhões
  • Valor projetado após ajustes: cerca de R$ 21 milhões
  • Participantes notáveis: Napemo e Agropecuária Casa Branca

Como Viatina-19 alcançou esta marca histórica?

A fama de Viatina-19 decorre de suas características excepcionais, que incluem consistência genética e um pedigree consagrado, fatores que são altamente estimados no campo pecuário. A raça Nelore, da qual a Viatina-19 faz parte, é conhecida por sua resistência e adaptabilidade, qualidades essenciais para a produção em larga escala.

Em maio de 2022, Viatina-19 já havia feito história quando 50% de sua propriedade foi arrematada por R$ 3,96 milhões pela Napemo. E, no ano seguinte, a Nelore HRO, destaque entre os selecionadores nacionais, confirmou sua liderança ao garantir 33% das cotas, valorizando a vaca em quase 21 milhões de reais.

Qual o impacto de tais vendas no mercado agropecuário?

O caso de Viatina-19 ilustra perfeitamente como a qualidade genética e o pedigree podem alavancar o valor de mercado de um animal, colocando a raça Nelore numa posição de destaque no segmento de gado de elite global. Esse fenômeno não apenas fortalece a posição do Brasil no mercado agropecuário como abre caminhos para futuros investimentos na genética e na tecnologia aplicada ao setor.

Portanto, Viatina-19 não é apenas um nome no registro de recordes, mas um símbolo de inovação e excelência dentro da agropecuária mundial, estimulando a indústria e encorajando novos investidores a explorar o vasto potencial econômico deste segmento.

Lucas Alves

Jornalista e revisor. Atualiza diariamente as principais notícias do mercado agrícola.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Botão Voltar ao topo